martes, 29 de abril de 2008

Socrates defiende a La Paz


Los conceptos no son de cualquier persona. Se trata de Socrates (foto), ex crack del Corinthians y de la selección brasileña, que en su columna semanal de la revista "Carta Capital", editada en el país vecino, demuestra su verdadero perfil de deportista. Lean:

A luta boliviana

A Bolívia – em especial seu presidente, Evo Morales – promove intensa campanha com o objetivo de modificar a resolução da Fifa, segundo a qual não haverá mais jogos entre seleções em cidades localizadas acima de 2.750 metros do nível do mar, caso os adversários não estejam habituados a tal altitude. Decisão discutível, aparentemente criada para preservar sedes como a Cidade do México e Bogotá (Colômbia), mas que atinge em cheio La Paz, a capital boliviana. A razão pela qual a Bolívia luta é mais que uma simples questão esportiva, pois o Estádio Hernán Siles é motivo de orgulho do povo boliviano – e privar os donos da casa de mandar seus jogos ali é um desrespeito às tradições nacionais. Por isso, a reação. Discutir os riscos da prática esportiva em tais condições é necessário, porém, é fundamental encontrar alternativas que diminuam esses riscos sem necessariamente radicalizar a decisão. Quem sabe os hematologistas possam nos oferecer uma alternativa viável para compensar a perda funcional de quem não está habituado a conviver em grandes altitudes, evitando assim qualquer tipo de risco e, com isso, respeitar as opções soberanas de cada nação.